top of page

A Luz e Sombra no Tarot: 16 - A TORRE

Esse é um espaço que abro para gente desmistificar a percepção das cartas, para irmos além de seus estereótipos, exemplo: O SOL é felicidade plena e iluminação apenas, o DIABO é mal e te puxa para atrocidades mundanas (nããããooo).



VIII. The Tower Tarot by RADA


As cartas tem mistérios estes que com todo o estudo do mundo, ainda não saberemos tudo, porque estas se movem através das condições humanas e inumanas, que depende de nossos movimentos, mas nem sempre... O que quero dizer, que nós vivemos as cartas, nós as sentimos e transferimos nossas vivências muitas vezes para elas, mas estas estão a parte disso, pois nem sempre foram sobre autoconhecimento e um saber tão espiritual, (vocês sabem que antes eram usadas como jogo de azar, né Pois é!)


É preciso aceitar que com o tempo tudo se transforma, inclusive nossa percepção sobre elas que não tem de ser tão enrijecida.


Então, a luz e sombra das cartas começamos com a tão temerosa TORRE.


Seria possível ver luz na TORRE? Vejamos.


A Torre é conhecida por seu posicionamento enquanto DESESTRUTURAS, RUPTURAS, estás que não são sutis, tendendo a uma brutalidade. A Torre é uma carta tempestuosa, e nos causa consequentemente tais sensações, confusão, ansiedade, desconforto, aliás, se diz muito sobre ela como "agora você sai da zona de conforto". E a pergunta que fica é, "quando que foi confortável?". Só que ela lembra, que em algum momento o que não nos parecia bom, até era... porque o que vem dela, é intenso e chacoalha para enxergar, "pois é, talvez eu estivesse numa conformação de se existir".


Agora, o que entendo desta carta como a sua LUZ:


Diria que ela nos torna realistas, definitivamente não tem enganação, as ilusões caem quando nos deparamos com a Casa de Deus, porque ele é o que é. Além do mais, traz a EMANCIPAÇÃO de situações que muitas vezes nos mantivemos presos e sem saída. Ela nos libera para nossa verdadeira identidade. Ou seja, se abre ao meio a "casa de deus" para que se liberte, para que o sinta interiormente, para que se veja livre da estrutura dominante que te acorrenta.


De qualquer forma, essa sempre será uma cartinha DESAFIADORA por si só, isso temos que aceitar! 😅


O que é importante de entender desses posts:


Quando coloco aqui as cartas enquanto essa visão "dual" das coisas é para que se apercebam as possibilidades de maneira prática, mas em minha compreensão de mundo, entendo a pluralidade que as mesmas nos apresentam e evidenciam. Não é sobre o que é bom ou ruim, e quando mostro o outro lado de cada uma delas, compreendemos o além e suas adversidades que não temos como medir com uma régua superficial.


Mas aqui, vamos pelo básico! Okay?


E aí? Qual cartinha você gostaria que fosse a próxima dentro dessa análise?


Me acompanhe nas redes sociais (IG, TWITTER E TIKTOK): @abruxapreta

57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page