top of page

O que aprendi com os Arcanos Maiores: O Louco

Para começar uma jornada você tem que ir com medo mesmo.



Vamos começar essa jornada! E que entre o Louco. Mas, antes! Eu tenho que dizer algo, não trabalho envolta de DETERMINISMO, não acredito numa visão dogmática sobre as cartas. Por isso, a minha forma de traçar esse trajeto é trazendo exemplos cotidianos e experiências vividas até mesmo por mim, dentro dessa descoberta de ser A LOUCA.


O Louco é o arcano 0 do tarot, e quando vamos pensar sobre a jornada, logo entendemos que o mesmo irá se descolocar de um arcano para o outro linearmente, mas, nem sempre! Com o louco, eu entendi que eu tinha possibilidades em minhas mãos, e que na verdade, ainda as tenho, porém, o salto é de fé, a gente salta em direção ao nada, ao que é incerto, se vai dar bom ou não, nunca se sabe.





O Louco, foi o risco, tomada pela vontade impulsionadora de se posicionar nesse mundo diante de meus desejos e sonhos. Óbvio que, muitos desses sonhos e desejos não são realizados por diversas questões. Vejo o Louco como aquela carta jovial, é a pessoa que não tem medo mesmo de se perder, porque nesse anseio por de vida, se dispõe a experienciar as mazelas, sejam quais forem elas.


E pensando em forma TRANSGRESSIVA, que eu adoro, e favelada. O Louco pode ser aquele jovem que está disposto a se colocar nesse mundo como quem sabe que não tem mesmo nada a perder, e que vive socialmente, falando, dentro de uma perspectiva diária de risco mesmo, e por isso, não se assusta facilmente.


Deste modo, deixo aqui uma atividade para você:


Sinta essa carta, observe o que ela diz sobre você e para você, EU ADORO dormir com a carta debaixo do travesseiro, por exemplo.


Ah, mas eu n tenho tarot, TUDO BEM, reflita sobre ela na sua vida.


E ME DIGA, ou SE DIGAM: em que momento você foi o O LOUCO?


Vejo o Louco como aquele que puLa o muro para sair de uma caixinha (auto)imposta. Ele tem profunda relação com a necessidade de descoberta da vida, da própria essência. E claro que para alcançar esse contato TODO com a própria essência ele precisa passar por uns desafios.


O Louco é desapegadão, até porque para se colocar em riscos (ou não) tem de ser né? Olha a bagagem do moço, é um negocinho de nada, ele não leva trambolho nas costas. Aí, geralmente a gente tem o cachorrinho ali, que vem muito desse acesso a consciência, do "perai, cuidado!".


Essa é minha compreensão e o que aprendi com tal arcano. Me conta depois como foi para você! Eu quero saber!


E compartilha nas redes sociais ou com algum amigo, se fizer sentido!


E aproveito para fazer um convite, conheça o meu curso de Tarô Transgressivo - A Jornado do Loko. Uma releitura sobre os arcanos maiores, de forma subversiva e contemporânea, está é a gravação que deixo disponível para vocês das aulas que aconteceram em parceria com a Brava SP.



Até o próximo arcano!






Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page