top of page

Como Realizar O "Shadowork"?

Atualizado: 27 de abr. de 2021

É importante pensar que a formação do lado "sombrio" se dá ainda quando somos crianças através da socialização e condicionamentos, por isso, muitas vezes é preciso acessar essa CRIANÇA INTERIOR para reconfigurar uma questão que nos atrapalha AINDA enquanto adultos.




Jung, afirma que, "a sombra é noventa por cento de ouro puro", o que isso significa? Que a base de nossa criatividade está submersa, apenas esperando um movimento de nossa parte para ser expressada, uma parte que está submersa porque fomos ensinados a rejeita-la.


Por exemplo: eu fui uma criança preta que tinha que me manter quieta e obediente, e não chamar atenção para não levar broncas. Então, como adulta, converso com essa criança e entendo que não há nada que possa tornar-me ainda quieta, que posso me expressar, entendo, inclusive, que essa minha atitude enquanto criança vem de um sistema racista e opressor.


Sendo assim, entenda o sistema que te oprimi, e entenderá as sombras que estão pedindo para serem liberadas, porque não são necessariamente ruins, mas o condicionamento que vem acompanhado dessa estrutura repressora a qual vivemos.


Nas sombras podemos (re)encontrar nossos maiores potenciais artísticos, sexuais, talentos. Tudo aquilo que um dia foi dito como errado para você, e a repressão desses potenciais nos atrapalham e pedem para sair.





Ou seja, o acesso as sombras é um caminho para o que chamamos de encontro com o Eu Superior, Self...


Antes de começar com as práticas de trabalho das sombras é preciso que você esteja CIENTE E PREPARADE. É importante ter uma rede de apoio também, pessoas que você possa CONVERSAR quando possível.



Outro ponto, o seu trabalho não é igual o meu ou do amiguinho, todos estamos em processos diferentes, MAS, aprendendo muito.


Esse tipo de método não tem como objetivo te trazer validação, nem mostrar que é especial. Ele vai te confrontar! Você se sente seguro para isso? "Ah, não, agora com tudo o que está acontecendo não consigo". OKAY! Não tem problema nenhum, você não tem que ter pressa para acessar a profundidade que existe em você. Só para deixar CLARO!


Essas são reflexões importantes PARA entendermos as práticas:


1. Preste atenção no que você sente quando se incomoda com o outro. Porque o outro tem um movimento que lhe causa desconforto? O que ali ativa em ti essa emoção? De onde ela vem?


Exemplo: me incomodo muito com o controle alheio, mas noto em mim a necessidade dê.


Como eu me apercebo disso, Pam? Autoconsciência. E às vezes, ajuda psicológica.


2. Esteja receptivo!


Não adianta achar que num comportamento fechado você vai conseguir enxergar esses aspectos. SE ABRA PARA ELES.


3. EXPRESSÃO ARTISITCA.


Desenhe, escreva, dance.


4. Tenha um caderno de anotações!


5. Explores as personas que surgem.


A Controladora

A Manipuladora

A Vítima

A Dona da Razão.


Entenda o que esses arquétipos dizem sobre você, como chegaram até ali, com quem você aprendeu, como essas personas em você se apresentam e em que momentos.


ANOTE.


6. Converse consigo mesmo. É, você vai conversar "sozinhe".


ESSA EU FAÇO MUITO.


7. Meditação Guiada.


Essa você encontra em canais no Youtube, acessando "a caverna".


A verdade é que não existe um método que seja o melhor, para cada pessoa o acesso ao trabalho das sombras será realizado de uma maneira, e que seja naquela que lhe faça mais confortável. É importante frisar que, este trabalho requer muita responsabilidade, e cuidado, porque você não vai estar adentrando um mar de rosas, como falei inicialmente, só o faço se sentir que é o momento para tal. E tenha a REDE DE APOIO.


No mas, talvez, você encontre até mesmo um método pessoal para isso, explore as possibilidades!


Próximo post trarei um ritual para acessar as sombras, vamos tentar algo magicko.


Mas, antes... Vamos por etapas.


Quer saber mais? Me acompanha em outras redes sociais: @abruxapreta no INSTAGRAM/TWITTER.




290 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page